Novos Caminhos, Velhos Trilhos

julho 4, 2012

A tal da segunda-feira

Filed under: Estudos — sdusilek @ 7:17 pm

Dizem que a 2ª feira é o dia do choque de realidade. Dia em que os problemas suspensos magicamente por um final de semana, voltam a assombrar. Dia em que voltamos a ser testados, na pedida em que cada percalço exige de nós uma reação. Dia em que sentimos o peso do cansaço e a brevidade do descanso semanal… e ainda resta uma semana inteira pela frente. O que fazer nessas horas? Da onde tiramos força para continuar a jornada? Existe uma fonte a nossa disposição? Se sim, qual é?

 

A segunda-feira de um incansável guerreiro de nome Sansão chamava-se Etã (Jz.15:8). Nessa caverna, Sansão fez seu esconderijo e morada. Sendo não muito bem quisto pelos seus irmãos hebreus que reprovavam seu comportamento, e odiado pelos filisteus, só lhe restava um lugar como aquele. Não é assim que acontece conosco? Muitos daqueles que consideramos nos reprovam. E os demais, que pouco conhecemos por serem de outro povo, nos marginalizam. Por vezes nos vemos sozinhos, mesmo tendo gente passando perto de nós…

 

Sansão ficou ali até o dia em que seus conterrâneos foram aprisioná-lo para que então fosse entregue ao Inimigo. Não há coisa pior que ser entregue pelo seu povo ao inimigo. Pois os hebreus que naquela época não se reuniam para nada, acabaram se aglomerando para “capturar” um dos seus (v.11-13). Dali ele foi amarrado e levado até os inimigos (v.14). E no meio daqueles que o detestavam, Deus fez Sansão brilhar como um “sol” (aliás, significado do nome dele). Ele matou mil guerreiros dentre os filisteus (v.15-16).

 

Logicamente que após essa carnificina digna das mais sangrentas lutas de MMA, Sansão entrou em processo de exaustão (v.18). E naquele momento clamou o Senhor e Deus fez brotar uma fonte onde ele menos esperava – da rocha. Sim, porque Deus tem poder para trazer alento e renovo para nossa vida da onde menos esperamos.

 

Não sei como começou sua segunda-feira. Se você já está envolvido num turbilhão ou não. Se aqueles que se diziam seus companheiros estão entregando você de bandeja para uma “degola”. Se seus inimigos já estão exultando de alegria por perceber você sem ação, completamente amarrado. Se as demandas que têm aparecido para sua vida estão exigindo muito esforço, inclusive físico de sua parte. Mas quero lhe dizer uma coisa: você não precisa “morrer” no meio de sua exaustão. Saiba que você tem um Deus totalmente interessado na sua recuperação. E ele está a distância de um clamor.

 

Está sem forças? Clame! Fale a Deus com a alma e abra a visão para perceber que Ele abrirá uma fonte onde você menos espera. En-Hacore (fonte do que clama) não é uma experiência só de Sansão. Para um filho recobrar as forças para caminhar Deus, ao longo da história, sempre fez água brotar da rocha. E é muito melhor já bebê-la desde a segunda.

 

Que Deus abençoe sua semana!

 

Com Carinho,

 

Pr.Sergio Dusilek

Anúncios

Blog no WordPress.com.