Novos Caminhos, Velhos Trilhos

fevereiro 7, 2018

A novidade é divina

Filed under: Sem categoria — sdusilek @ 12:02 pm
“Cantai ao Senhor um Cântico Novo” (Sl.96)
Um dos maiores equívocos que são cometidos contra a visão de um relacionamento com Deus é atribuir a Ele e a este relacionamento uma chatice. Não, meus queridos e queridas, Deus não é chato nem tampouco a nossa amizade com Jesus. Chatos somos nós. Não somos nós que carregamos Deus nas costas… É Ele quem nos carrega nos braços (João 10, Lucas 15). Guarde bem isso: a mesmice é religiosa; a novidade é divina.
O salmista ao falar do cântico novo nos remete à novidade que perpassa o relacionamento com Deus. Isso porque todo dia é dia de conhecer mais um pouco desse Deus insondável… Conhecemos na leitura da Palavra; aprofundamos nosso conhecimento pelas experiências de fé, pelo incremento da nossa confiança em Deus.
O cântico é novo pois embora os dias pareçam iguais devido à nossa rotina, a mesma que faz com que não percebamos que o tempo está passando, eles são diferentes. Gosto das fotos da Carol Ferraz, pegando o dia amanhecendo na praia do Recreio: elas são sempre diferentes. E isso não é por conta de recursos tecnológicos para melhorar a foto; na verdade o amanhecer de Deus não precisa ser melhorado… ele já é lindo, perfeito. Ele é perfeito também na sua simbologia: o amanhecer traz a alegria (Sl.30:5), e renova sobre nós o amor Deus (Lamentações (como lamentar isso???) de Jeremias 3:22-23). Cada raio de sol, cada gotícula de chuva, cada brisa deveriam ser celebrados e recebidos como sendo Deus nos tocando.
O cântico é novo porque há um novo dia para ser vivido. Não só um novo dia, uma nova vida. É Deus quem torna tudo novo (II Corintios 5:17). A moda repagina, os softwares atualizam, mas Deus é quem faz tudo novo. Pega memórias amargas e as ressignifica; transforma a dor da saudade em doce memória. Abre novos horizontes para quem viu a vida fechar as portas.
Para quem celebra esse Deus que nos faz cantar um cântico novo, nenhum amanhecer é igual ao outro, assim como nenhum dia se torna cópia do que passou. Há sempre uma “ponta” dEle, uma novidade para nós. Nenhum culto se torna igual ao outro. Nenhum cântico continuado como se fosse um mantra num ato religioso se torna mera repetição. Tudo é novo nEle, com Ele e para Ele.
VIVA A VIDA! VIVA A NOVIDADE DA VIDA! CELEBRE A DEUS COM CÂNTICOS NOVOS.
Anúncios

Blog no WordPress.com.