Novos Caminhos, Velhos Trilhos

abril 14, 2009

SAINDO DA MESMICE [JOAO 5:1-9]

Filed under: Estudos — sdusilek @ 1:32 am

Somos acostumados a mesmice. Não há nada que se habitue, que se conforme tanto com as coisas, quanto o ser humano. Podemos sentir as perdas, mas nos acostumamos. Podemos não gostar de um vizinho inoportuno, mas nos acostumamos. Somos cadenciados pela adaptabilidade.

Espiritualmente falando, esse costume pode ser visto como andar tão somente pela misericórdia de Deus. É verdade que graças a ela é que não somos consumidos. Mas também é verdade que muitos vivem no limiar do abuso do amor de Deus. E aqui reside desde gente que tem uma vida pecaminosa a pessoas que se tornaram meras religiosas, para quem a vida cristã se reduziu a cumprimento de ritos. Gente que não tem mais experiências com Deus, gente que não houve mais respostas de oração (mesmo porque não ora com o coração), gente que não tem mais crises com o Senhor e que não as apresenta a Ele. Gente assim vive uma mesmice espiritual, vive no tanque da misericórdia. Você conhece alguém assim?

Houve um cara que até o dia do seu encontro com Jesus, sua vida foi uma chatice. Ele passara 38 anos numa maca (v.5), provavelmente como conseqüência de um pecado que cometeu (v.14). E há algum tempo sua vida se reduzira a estar num lugar miserável (tanque de betesda) esperando ser curado. Ali tinha gente de todo tipo (v.3), muitas abandonadas pela família e vivendo um clima de competição pior do que olimpíada. Isso porque somente o primeiro que entrasse após o agito das águas seria curado (v.4)… era cada um por si! Todos necessitados, mas todos competitivos… isso não lembra sua família? Ou quem sabe seu trabalho?

Estar ali não era fácil. O tanque de Betesda (v.2) além de ter somente a escória perto dele, era um lugar fétido. Porta das ovelhas pode significar tanto a rota das ovelhas destinadas ao sacrifício no Templo, quanto o sangue que corria das ovelhas sacrificadas e que chegavam até este tanque. Imagina o cheiro fétido que não saia daquele lugar! Pois aquele homem se acostumara a ficar ali. Acostumara-se a ficar sozinho (v.7). Acostumara-se com a mesmice.

Isso ocorreu até o dia em que ele encontrou com Jesus. E Jesus quer nos livrar da mesmice! Jesus não quer que vivamos uma vidinha, mas que tenhamos uma vida em abundância. Sabe como nos livramos da mesmice?

a) Dando as costas para o tanque (v.6).

Por que Jesus só curou esse homem? Creio que a resposta está num aspecto implícito do texto. Penso que Jesus olhou para aquele homem detidamente porque ele olhou para Jesus. E quando ele fez isso, ele tirou os olhos do tanque, que era até então sua única esperança de cura e colocou toda a sua esperança em Jesus. Aquele homem creu em Jesus!

Aquele homem também estava ali pelo motivo certo. Ele não fora pelo Poder em si que há no Senhor. Ele fora sobretudo pelo Amor (v.14). Alguma coisa do passado o condenava. Algum pecado fora a causa de sua enfermidade. Agora ele precisava não só da restauração física, mas sobretudo da espiritual. Ele precisava contar com a misericórdia de Deus. Sabe quando sua vida vai sair da mesmice? Quando você passar a contar e ansiar pela manifestação do AMOR de Deus na sua vida.

Por que você não dá as costas para o tanque agora?

b) Livramos-nos da mesmice crendo na Palavra de Jesus.

Ele tem poder e amor suficiente para nos livrar. Aquele homem podia ficar absorto em uma auto-piedade tal qual relatada no verso 7. Mas sob a Palavra e ordem de Jesus ele creu e foi curado.

Sabe por que muitas vezes adoecemos? Porque nos afastamos da Palavra. Sabe por que muitos estão na mesmice? Porque não crêem que Deus pode e vai dar uma reviravolta em sua vida, livrando voce desse tanque onde está. Ouvem a Palavra mas não se apropriam dela.

c) Livramos-nos da mesmice quando passamos a dominar aquilo que nos dominava (v.9).

Você viu que cena mais linda? A maca passou anos carregando aquele homem. Ele viveu anos dependendo dela. Agora ele a estava carregando.

O que é que lhe tem dominado? Pecado? Dinheiro? Bens? Opressão familiar? Situação em casa que não ata nem desata? Ansiedade? Deus quer lhe dar liberdade! Deus quer livrar você da mesmice.

Quer sair da mesmice? Olhe para Jesus, creia na Palavra dEle e sob Sua ordem, domine o que lhe dominava. Que hoje comece uma nova caminhada (v.9) para seu viver!

Pr.Sergio Dusilek

sdusilek@gmail.com

abril 5, 2009

O SALMO MAIS CONHECIDO DA BÍBLIA (23) – O Rastro de Deus!

Filed under: Estudos — sdusilek @ 12:40 am

O SALMO MAIS CONHECIDO DA BÍBLIA (23) – O Rastro de Deus!

Qual é o legado que você tem deixado? Quando as pessoas pensam e se lembram de você, a que idéia ou sentimento elas lhe associam? Será que você receberia o título de “bronco”? Ou quem sabe ainda de “desequilibrado”? Ou de “sem pavio”, “pancada certa”? Lembro-me de gente que conheço que adorar brigar (pancada mesmo, na rua…). Lembro-me também de um rapaz do clã dos Gracie que morreu cedo por causa das drogas, mas cuja memória o aponta e reconhece como brigador de boate, um pit-boy. Será que é esse legado que você tem deixado? E será que é esse rastro que você quer continuar a deixar por onde passa?

O verso 6 fala do legado de Deus. Ele tem coberto a História da Humanidade com bondade e misericórdia. Com Seu Povo, o Senhor tem celebrado essas duas qualidades. Quando o povo era infiel, Deus agia com misericórdia e bondade até mesmo quando estava em correção. Era só haver arrependimento… e pronto: Deus desviava sua face de executar a disciplina sobre o povo. Foi assim no Êxodo (ex.: as serpentes abrasadoras, o questionamento de Miriã sobre Moisés, etc.); foi assim com Davi (na aroeira de Araúna), foi assim quando Deus viu a Noé e quando os Ninivitas se arrependeram. É assim conosco porque pecamos, mas Deus continua a nos cobrir com sua bondade e a revelar sua misericórdia. É o amor misericordioso de Deus que renova continuamente a aliança.

Sabe o que é misericórdia? É a forma que o hebreu teve de entender o amor de Deus. Por que esse Deus puro e perfeito, Santo como é, não acaba com a nossa vida quando pecamos? Porque Ele é repleto de misericórdia. Pr.Ivênio dos Santos já dizia que a misericórdia é a única “fraqueza” de um Deus todo PODEROSO. Misericórdia vem do hebraico hésed que mostra uma faceta do amor divino por nós. Misericórdia é quando Deus NÃO nos dá aquilo que merecemos: a morte (por exemplo). Quando somos infiéis Ele continua fiel!

Bondade é a Graça de Deus. É o Amor de Deus que se expressa numa outra faceta de nos dar aquilo que NÃO MERECEMOS. Bondade foi o que Moisés não conseguiu ver… ele estava embotado com a sombra (Heb.10:1), com a Lei. A face da Graça é a face de Jesus. Agora, como Davi conseguiu ver a Graça de Deus, coisa que nem Moisés conseguiu? Essa é a pergunta que diferencia sua vida. A face de Deus é a de um Deus bom, que nos aceita como somos, que se dispõe a trabalhar conosco e a nos melhorar/transformar. E a história de Davi é uma amostra disso. Na verdade, Deus ama tanto você que Ele quer reformar toda sua vida, para melhor! Ele é especialista em design de interiores… Que tal deixar o Pastor trabalhar na sua vida? Ele quer ajudá-lo a deixar um rastro melhor!

Na verdade o rastro de Deus se torna seu lastro e laço. Por sua bondade e misericórdia somos atraídos e envolvidos (Os.11:4). É por isso que Paulo dizia que o amor de Cristo nos constrange (IICor.5:14). Como ficar indiferente a esse amor após compreendê-lo? E como renegá-lo um dia após experimentá-lo? É justamente com esse dois “cães” que Deus guarda a retaguarda do rebanho (como bem disse Max Lucado). O que nos impede de não prosseguir, de sair, de fugir do rebanho? É justamente a bondade e a misericórdia do Pastor! Elas latem alto e forte na alma quando pensamentos assim assolam nosso coração. Você alguma vez já pensou em desistir? Em sair do rebanho do Pastor? Ouça os “latidos”!

Por isso Davi termina dizendo que quer viver na casa do Senhor para sempre (ver Sl.27:4). Todo aquele que conhece o Amor do Pastor e o cuidado que Ele tem para conosco só deseja e anseia viver com Ele. A experiência real de encontro com Deus mediante Jesus Cristo nos remete a uma vida de comunhão com o Senhor, de pastos verdejantes, de águas tranqüilas, e de presença constante ainda que seja percebendo a sombra da morte. Por ser tão bom, muitas pessoas querem entrar nesse aprisco. Mas só dá para entrar pela porta que é Cristo Jesus (Jo.10:9). Keller inclusive compartilhou uma história de quando era pastor de ovelhas, das vezes que ovelhas de fazendas vizinhas, maltratadas pelo dono, tentavam passar para o seu aprisco, para sua fazenda através de outros meios que não pela porta. Invariavelmente morriam na travessia, ou quando conseguiam, na chegada.

Sabe o que isso quer dizer? Que não dá para você usufruir do aprisco divino e de tudo que Deus dá, se não entrar pela porta que é Jesus. Se Satanás ainda tiver direito de propriedade sobre você, por causa do seu pecado, você continuará a pertencer ao velho mundo. Mas se você quiser agora habitar com Deus para todo sempre, basta crer que Jesus é a Porta, e entregar sua vida, seu coração a Deus. É só orar e dizer: “Deus, Creio que Jesus Cristo é a Porta do Seu aprisco, e quero entregar minha vida para que o Senhor seja o meu Pastor. Quero habitar contigo para todo sempre! Em nome de Jesus, amém.” Se você fizer essa oração de todo o coração, Jesus rasgará na mesma hora o certificado de propriedade que o Diabo tinha sobre sua vida, e passará a habitar contigo através do Seu Santo Espírito.

Minha oração é que Deus seja Seu Supremo Pastor!

Pr.Sergio Dusilek

sdusilek@gmail.com

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.