Novos Caminhos, Velhos Trilhos

abril 13, 2015

A Mãe que fica

Filed under: Sem categoria — sdusilek @ 3:00 pm

A mãe que fica
Ao vislumbrar a morte de uma mãe, o que dela vai e o que dela fica?
Vai a certeza do cuidado, do afago, do apoio;
Fica a concretude deste cuidado, a certeza da boa semente que já dá fruto. Sim porque o cuidado desde a fase mais tenra se traduz nos seres humanos que os filhos se tornam;
Vai o cheiro doce e confortador da presença,
Contudo fica a delineadora marca do enorme tamanho que ela tem dentro de cada um dos seus filhos;
Vai e se esvai o som de sua voz, o qual tanto bem fazia ou procurava fazer;
Permanece nas cordas da alma a sua sonoridade, pela qual os filhos relembram seus ensinamentos e palavras, seu jeito;
Vai o olhar doce que exalava amor;
Fica a lembrança de tantas mensagens recebidas num simples cruzamento dos olhos dos filhos com aquele olhar;
Vai a certeza do encontro, do café, do almoço, do jantar;
Fica a saudade de momentos que não se repetirão mais aqui, mas que tornarão a ocorrer na Eterno Banquete com Jesus;
Vai o olho seco, contemplando a realidade como ela lhe parece ser;
Ficam os olhos marejados, a saudade que se converte em lágrimas.
Vem a presença Consoladora Do Espírito Santo preenchendo toda a alma;
Fica o cuidado visível desse Deus ao tapar com Seu bálsamo os buracos que ninguém vê, mas que você e Ele sabem que estão lá pela perda da sua mãe.
A mãe vai, porque uma hora todos vamos, conquanto sejamos daqueles que achem que as mães não deveriam ir, posto que eternas deveriam ser;
Mas os filhos ficam, para nos relembrar e apontar quão maravilhosas essas mães eram. Como espelho, permanecem a refletir a face da mãe que tiveram.
Querido Wagner Herrero e demais familiares ( incluindo voce Gabriela Peva),
Estou orando para que Deus os Console de um modo indizível. Fiz esse breve poema em homenagem às mães, mas por conta do falecimento da sua mãe. Só a conheci indiretamente por voce, que é reflexo dela! Eu a vi, por um espelho chamado Wagner.
Um abraço nessa hora de aperto, Pr.Sergio.

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: