Novos Caminhos, Velhos Trilhos

janeiro 15, 2014

SOBRE A UGF – Universidade Gama Filho

Filed under: Sem categoria — sdusilek @ 4:54 pm

Não tenho tanto lamento pela UniverCidade quanto pela UGF. Não só pela minha identificação por um local onde passei (fiz uma pós lá em História da Filosofia), mas principalmente pela sua história. A UGF foi fundada por um visionário homem da educação que inclusive teve o status de Ministro de Estado. Aliás, é muito dura a comparação entre um Gama Filho e um Haddad ou mesmo um Mercadante… chega a ser cruel tamanho o abismo que os separam.

 Por esses e outros motivos tenho acompanhado com certa perplexidade o rumo da Universidade. Nesse curto espaço então quero dizer:

a)      Que acho um absurdo o MEC, a quem cabe fiscalizar e credenciar as universidades, simplesmente “lavar as mãos” nesse episódio tomando a  medida do descredenciamento que penaliza quem já anda machucado, a saber: os corpos docente e discente da instituição;

b)      Que como instituição maior o MEC mesmo deveria promover a transferência desses alunos. Não é publicar edital e deixar a turma se mexer. Ora, se a Gama chegou até esse estágio, isso também se deve a conveniência ou inoperância do MEC. Nesse sentido ele precisa remediar a situação. Ou promove a transferência ou garante que outra universidade, usando o campus da UGF, conclua os estudos dos alunos e estude o reaproveitamento dos professores;

c)       Que lamento que o governo salve bancos, clubes de futebol, mas não universidades. Quanto menos estudo e mais bolsas, melhor… não é o que parece? Isso mostra quão “socialista” ele é;

d)      Que espero que ex-alunos e professores da UGF entrem no circuito. Que protestem, seja nas ruas, no face, nos blogs, nos e-mail´s, nas cartas aos grandes jornais e colunistas. Mas que não fiquem parados;

e)      Que conquanto entenda, lamento que as decisões de docentes e discentes ao longo dessa via crúcis só agravaram a situação ao invés de ajudar a resolvê-la;

f)       Que deixo claro que o atual dono/sócio majoritário do Grupo Galileo (Adenor Gonçalves) que se apresenta como pastor batista não pertence a mesma Convenção (CBB) e a “classe pastoral” (OPBB) que nós da Igreja Batista Marapendi pertencemos. Aliás, desconheço o grupo batista do qual ele diz fazer parte. Tampouco a denominação batista está por detrás dessa “aventura empresarial”, como alguns órgãos de imprensa noticiaram;

g)      Que oro e convido a você a orar para que uma solução seja encontrada para os funcionários, professores e para os alunos.

Triste e apreensivo,

Pr.Sergio Dusilek – sdusilek@gmail.com

 

2 Comentários »

  1. Uma história iniciada com tanta qualidade e visão. . .

    Comentário por RICARDO FERRAZ — janeiro 15, 2014 @ 5:37 pm | Responder

  2. Muito bem posto. Triste para nós que conhecemos a verdadeira Gama Filho.

    Comentário por Martha Laeticia — janeiro 16, 2014 @ 3:49 pm | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: