Novos Caminhos, Velhos Trilhos

novembro 6, 2012

HYDRA – quando os problemas parecem se multiplicar

Filed under: Cultura,Estudos — sdusilek @ 10:59 pm

Alguma vez você já se deparou com um problema que após seu enfrentamento, ele tornou a aparecer e agora de modo piorado? Foi exatamente assim que Hércules (figura da mitologia grega) se sentiu na realização do seu 2º trabalho. Ele enfrentou a Hydra, um monstro mitológico que vivia num pântano perto da fonte sétupla do rio Amimone. Tinha um corpo canino que sustentava 8-9 cabeças de serpente, sendo uma delas imortal. Seu hálito venenoso e seu odor matavam tudo que era vivo. Quando você decapitava a Hydra, nascia duas cabeças no lugar daquela que fora arrancada. Grande foi o desafio de Hércules! E ele não podia deixar de ser encarado com tamanho potencial de mortandade que a Hydra possuía.

Pois há problemas que são assim mesmo. Não podem ser protelados, precisam ser enfrentados porque sua malignidade  é grande. Há situações que só o rastro delas tem poder destruidor! E quando você parte para o enfrentamento descobre que quanto mais focos debela (cabeças decepa) mais dificuldade aparece.

Não foi fácil para Hércules realizar seu segundo trabalho, assim como não é simples para nós acabar com a nossa “Hydra”. O que fazer então quando a semana apresenta para nós um desafio digno de Hércules?

1)      Creia em primeiro lugar no seu potencial. Para debelar as Hydras são chamados os “Hércules”. Se você está agora diante de um problema que nem imagina como começar a resolvê-lo, lembre-se que há potencial em você para tanto. Não se acovarde como fez o povo de Israel diante dos impropérios berrados por Golias;

2)      Peça orientação a Deus. Ore. Hércules enfrentou Hydra mais antes ele acatou uma orientação de uma deusa do panteão grego chamada Atena. Conquanto seu potencial não seja pequeno, não se vence uma adversidade do tamanho de uma Hydra sem ajuda de Deus;

3)      Aceite ajuda. Hércules foi ajudado pelo seu “escudeiro” Iolau. Foi esse moço que a mando de Hércules cometeu o “crime ambiental” de botar fogo numa floresta e trazer os tições para que o herói da mitologia grega pudesse ter sucesso em sua batalha. Não se enfrenta a Hydra sozinho, é preciso receber ajuda, seja na forma de conselho, seja na forma de palavra de ânimo, de recomposição das energias emocionais, espirituais ou mesmo físicas.

4)      Procure discernir a principal fonte do problema. Por vezes problemas reaparecem com mais tentáculos, mais cabeças, porque estamos cortando o pescoço errado. Havia uma cabeça da Hydra que era imortal. Enquanto Hércules não a cortasse, pouco adiantava desfazer das outras. Preste atenção! No bojo de várias dificuldades normalmente há uma principal. Discirna e foque sua energia e tempo nela;

5)      Por fim, não basta cortar o problema (decepar a cabeça), mas é necessário ter certeza que ele foi resolvido. Com os tições entregues por Iolau, Hércules começou a cauterizar os pescoços que tinham perdido suas cabeças. Foi buscando essa certeza de que nada mais poderia renascer dali é que o herói mitológico exterminou a Hydra. Quando se deparar com uma questão, procure ter certeza de que você a resolveu. Espere mais um pouco para ver se aquela querela morreu mesmo. Cauterizar aqui significa vigiar até efetivamente estancar o problema.

Sabe o que é interessante? Alguns relatos desse mesmo mito dão conta da Hydra com dezenas e até milhares de cabeças! Penso que essa é a forma simbólica dos gregos de dizerem que problemas difíceis não tratados no tempo certo podem se tornar quase que insustentáveis no futuro longínquo.

Para terminar, não se esqueça de contar com sua Igreja de Amigos (Marapendi) e com os pastores para ajudar a erradicar essas Hydras. Se vamos para o 2º trabalho do tamanho de Hércules, que sigamos então juntos!

DEUS ABENÇOE SUA SEMANA!

Pr.Sergio Dusilek

 

 

IGREJA BATISTA MARAPENDI

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: