Novos Caminhos, Velhos Trilhos

janeiro 27, 2012

SOBRE OS DESABAMENTOS NO CENTRO DO RIO

Filed under: Teologia — sdusilek @ 7:11 am

Há algumas tragédias que chocam por si só. Outras chocam pela magnitude da mesma (como o que aconteceu na região serrana do Rio em Janeiro de 2011). Outras pelo potencial de atingimento. Creio que esses desabamentos do Rio trazem essa última nuância compondo a perplexidade dos cariocas. Quem já não passou andando ao lado desses prédios? Quem não almoçou ali perto um dia? O que aconteceu com alguns poderia ter ocorrido com muitos outros mais; e o que aconteceu com o outro podia ter ocorrido comigo.

Pior do que uma tragédia em si é passar por ela incólume, sem uma reflexão, sem uma lição. Por isso mesmo quero convidá-lo(a) a pensar algumas coisas comigo.

Em primeiro lugar procuro perceber onde Deus está atuando nesses momentos em que ficamos atônitos. Saber que o prédio ruiu quase no fim do expediente e com número reduzido de pessoas dentro é motivo de gratidão a Deus. Foi horrível o que aconteceu, mas lembre-se podia ser muito pior. E quando ouvimos e percebemos testemunhos de gente que lá trabalhava dizendo que na manhã do dia 25/01 pedaços de reboco começavam a soltar e a aparecer pelo lado de dentro, perto do elevador, isso só me faz achar que Deus sustentou aquele prédio por um dia inteiro. Ver a solidariedade de tantos nesse momento de dor, as redes sociais reproduzindo pedidos de oração, gente ajudando e os bombeiros se doando e arriscando, é prova de que há um Deus sobre a Terra. E o que não dizer daquele ajundante de pedreiro que foi miraculosamente salvo? Cabe a nós orarmos pelos enlutados pela perda de familiares e pelos enlutados que perderam a direção, o rumo da vida. Sim, porque muitos estão vivos mas sem saber como será daqui para frente sua vida, afinal parte dela, seus negócios, seu trabalho, morreram na noite de quarta-feira. 

[que tal antes de continuar a leitura fazer uma oração pelos enlutados em vida ou na morte?]

Em segundo lugar não dá para não reparar no descaso público. Falo constantemente aqui em casa: o Rio é maravilhoso, contudo é uma esculhambação só. Nada aqui funciona como deveria funcionar. Só quem morou em outra cidade mais organizada, ainda que com seus problemas também, compreende o que estou dizendo. Temos um prefeito promoter (só quer saber das grandes festas de 2014 e 2016). Temos um governador omisso e que anda sumido. Temos uma máquina estatal que em diversos setores finge que trabalha. Por isso nessas horas de tragédias ouvimos tantos “se”: “se o governo fiscalizasse…”; “se houvesse uma vistoria nos prédios…”; se…

 Em terceiro lugar fica a lição sobre uma possível causa. Quando se trata de mexer em estrutura, somente com profissional gabaritado. Tem gente que quer mexer em questões fulcrais da vida do outro sem o menor preparo. Nunca entregue a sua “estrutura” a quem não tem capacidade técnica ou divina para mexer. Você pode nunca mais se reconhecer depois disso, assim como os prédios que desabaram estão irreconhecíveis.

Por fim quero lhe dizer para ter cuidado com quem você cola. Gente que anda colado com quem possui “falha estrutural” na alma acabará se arrebentando também. Qual foi o problema do prédio de quatro e do de dez andares que eram menores? Estar colado num grande com falha estrutural. Quando por fim a estrutura se desfaz, derruba a si  mesmo (o grande) como também os menores que estão colados consigo. E dessa tragédia, não há escapatória. Ela vai continuar a se repetir e se cumprir. Guarde bem isso.

Orando para que o Rio deixe de ser um canteiro de obras e torne-se uma usina de seriedade,

Pr.Sergio Dusilek

sdusilek@gmail.com

 

 

1 Comentário »

  1. Pr. Sérgio, que Deus lhe abençoe, palavras como estas são necessárias a ser ditas num momento como este! Estaremos orando.

    Comentário por Everton — janeiro 27, 2012 @ 3:06 pm | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: