Novos Caminhos, Velhos Trilhos

dezembro 7, 2010

JESUS E A PROPAGAÇÃO DO REINO DE DEUS

Filed under: Estudos — sdusilek @ 2:49 pm

Texto Bíblico: Mateus 5-7,10; Leituras Diárias: a)Lc.12:22-34; b)Lc.5:36-39; c)Lc.6; d)Mt.5; e)Mt.6; f)Mt.7; g)Mt.10:26-42 /// Texto Básico:Mt.5:13-16 – Texto Áureo: Mt.12:28

Introdução

Há algum tempo atrás ouvi o Pr.Ivênio dos Santos contar a experiência de um jovem que fora a uma exposição de fotos do famoso Sebastião Salgado. Este fotógrafo tem a capacidade única de retratar em suas fotos e exposições a miséria humana. Durante a abertura, uma fala daquele homem impactou esse jovem. Ele dizia: “depois de correr o mundo, posso dizer a vocês que não há esperança”. Pois o que Jesus veio anunciar é que há esperança! A mensagem do Reino de Deus é boas novas para um mundo com déficit de esperança. E essa esperança não é só um anúncio futurístico, como queria o teólogo Johanes Weiss (1892), nem tampouco se restringe ao presente, para esse tempo somente, como apregoava Adolph Harnack. O Reino de Deus como bem dizia Kümmel é o escathon de Deus, a nova e legítima era inaugurada por Jesus. O Reino de Deus é sobretudo o reinado soberano do Senhor. E isso implica dizer que este Reino não pode ser construído por mãos humanas, isto é ele não pode ser edificado. A igreja de Cristo pode ser edificada, construída, mas o Reino, por ser uma extensão de Deus, simplesmente É. Por isso é que Jesus no Pai Nosso (Mt.6:10) não pede ao Pai que construa o Reino, mas que “ele venha”. E aqui está uma diferença entre o Reino e a Igreja: o Reino é maior que a Igreja e esta é a melhor (ou deveria ser) agência do Reino dos Céus (expressão de Mateus). Essa é uma das boas razões para desmistificar a idéia eleitoreira de que crente vota em crente. Não estamos aqui para construir um Reino político (como queriam alguns dos discípulos de Jesus dentre os quais, ao que tudo indica, Judas Iscariotes). Devemos votar em quem tem compromisso com Valores do Reino, como a Paz, Amor, Perdão, Justiça, Liberdade, Dignidade humana, entre outros.

A- O CONTEÚDO DO REINO

O conteúdo da mensagem do Reino é sobretudo de boas-novas, de evangelho. Jesus anunciou (anúncio esse retratado por 84 vezes nos evangelhos) que o Reino traz consigo perdão, salvação e justiça. A mensagem do Reino é sobretudo ética, porque visa transformar nossa forma de pensar (Rm.12:1-2), a partir de uma ação do Espírito que purifica a nossas intenções. Aliás, a moral do Reino é elevada porque é uma moral de intenções. No sermão do monte Jesus deixa isso bem claro quando fala que o pecado começa quando pensamos e damos vazão a um sentimento de adultério, cobiça, etc. O Reino em nós é sobretudo TRANSFORMAÇÃO. Isso a partir de uma paternidade divina que é dom, presente do Rei para nós. A marca principal de um crente não são os dons espirituais, mas sim o Fruto do Espírito (Gl.5:22-23). Deus quer transformar nosso caráter, nossos valores e nossa forma de ver a vida. E se você observar a Constituição do Reino (Mt.5-7) vai perceber que Ele quer: pureza da alma; sensatez na construção de uma vida de discipulado; anunciar que o Reino só tem uma porta e ela é estreita, pois chama-se Jesus; testemunho marcante e tipificado na figura do sal e da luz; relacionamentos desencanados, sem julgamentos e com vivência do perdão; e sobretudo isso a certeza de que não precisamos de ansiedade porque o Rei cuida de nós.

B-O REINO E A MINHA VIDA

A entrada para o Reino, como bem disse Jesus, não depende de um destino, mas de uma decisão. Certo é que após sua decisão o homem sela portanto seu destino eterno de vida com Jesus ou morte sem Ele. Uma vez decidido a passar pela porta, temos de ter ciência que nós não podemos construir o Reino, mas devemos orar para que Ele venha sobre nós. Ser do Reino implica em assimilar que Deus governa a minha vida e que já não sou mais Senhor de mim mesmo. E essa é uma resposta radical que temos que dar a Deus – deixar que Ele guie a nossa vida. Nossa postura, nossas atitudes, podem então afetar a nossa posição e nosso comprometimento com o Reino, mas não o Reino em si. Pode inclusive inibir ou expandir o Reino aqui na Terra. É a famosa luta entre o reino das trevas e o Reino da luz/dos Céus. Se você se engajar, for desprendido e deixar Deus te usar, você fará tal diferença nesse mundo que as trevas, o reino de Satanás, recuará. Aliás, a Igreja tem a mensagem e o poder do Reino e a promessa de Jesus que “as portas do Inferno não prevalecerão contra a igreja”(Mt.16.18). Por que você tem medo, como igreja, de fazer ações evangelísticas e sociais? Parece que para muitos a igreja se tornou um gueto: tímida, com medo e sem relevância para o seu contexto.

CONCLUSÃO

Quando Jesus falou do Reino de Deus Israel vivia sob domínio de Roma. Havia uma liberdade relativa e alta taxação de impostos. O preço desta liberdade relativa era alto. E Jesus anunciava a liberdade que há no Reino, pois aqueles que Lhe pertencem não vivem mais sob o domínio de uma tirania. Hoje a Igreja anuncia a mensagem do Reino (Mt.11:28). Estamos num país teoricamente livre (não somos colônia de ninguém). Mas no plano espiritual, há muita gente vivendo debaixo do tirano Satanás, pagando altos impostos emocionais e espirituais em troca de sua “liberdade”. Você consegue perceber que há amigos seus no colégio debaixo da opressão do Inimigo? E por que por vezes você pensou em dar uma de filho de pródigo (Lc.15)? Meu desejo é que você sendo livre em Jesus, seja sal e luz onde quer que esteja!

Pr.Sergio Dusilek

sdusilek@gmail.com

 

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: